• Vet Cirúrgica | 24H

Hemodiálise em Cães e Gatos

A hemodiálise é o processo de troca de água, solutos e toxinas através de uma membrana semipermeável (rim artificial).


Essa troca permite a remoção de produtos residuais e toxinas do sangue e a restauração dos distúrbios eletrolíticos e ácido-base do paciente da água do dialisado. Durante a diálise, o excesso de água, solutos selecionados e toxinas (tanto endógenas quanto exógenas) passam pelos pequenos poros do rim artificial, mas solutos maiores, proteínas e células são retidos no paciente devido ao pequeno tamanho dos poros neste rim artificial.

O equipamento utilizado para diálise em pacientes veterinários é o mesmo utilizado para humanos; entretanto, as técnicas e protocolos foram adaptados para levar em conta o tamanho variável e pequeno dos pacientes veterinários. A hemodiálise é muito técnica e requer não apenas equipamentos especializados, mas uma equipe especialmente treinada e dedicada.


Na medicina veterinária, a lesão renal aguda é a principal indicação para hemodiálise. Outras razões incluem hipercalemia, sobrecarga de líquidos e oligúria/anúria e para fornecer um impulso excretor com insuficiência renal crônica. Embora as razões sejam fáceis de definir, o momento exato do início da diálise para lesão renal aguda é controverso; no entanto, sabe-se que o início da diálise precocemente no processo leva a resultados muito superiores, e a diálise não deve ser considerada um procedimento isolado ou único.


Lesão Renal Aguda


Em um cão com lesão renal aguda/uremia, a hemodiálise estende a janela de oportunidade para a recuperação renal indefinidamente. Importante dizer tabém que não há grau específico de azotemia que justifique a diálise. A maioria dos pacientes apresentados para hemodiálise por lesão/insuficiência renal aguda são aqueles que não responderam à tentativa de diurese hídrica e farmacológicos.


Há uma sobrevida de 50% até a alta em média de cães e gatos tratados por lesão/insuficiência renal aguda com hemodiálise na ausência de doença crônica subjacente. O prognóstico para a recuperação da lesão renal aguda/uremia, no entanto, depende da etiologia, extensão do dano renal e comorbidades. A sobrevida é variável dependendo da etiologia em particular, com causa infecciosa tendo cerca de 60%, toxinas 20% e leptospirose 85% de sobrevida, respectivamente.


Hipercalemia


Com o declínio da taxa de filtração glomerular (TFG), o potássio se acumula rapidamente no corpo, pois este é o principal mecanismo de excreção. Os níveis podem atingir rapidamente concentrações potencialmente fatais com uma queda aguda na TFG. O manejo de curto prazo pode ser realizado farmacologicamente para causar desvios transcelulares (insulina com dextrose, bicarbonato de sódio) ou para restaurar gradientes de membrana (cálcio IV); mas isso só resulta em uma correção temporária e modesta dos níveis séricos de potássio, uma vez que a carga de potássio do corpo permanece inalterada.


A hemodiálise remove efetivamente o potássio do corpo, diminuindo as concentrações de potássio no corpo inteiro. A diminuição do nível de potássio é quase instantânea na circulação cardíaca e é cardioprotetora minutos após o início da diálise. O efeito também é mais duradouro, pois a hemodiálise pode reduzir as cargas de potássio do corpo inteiro por 48 horas ou mais e o processo pode ser repetido indefinidamente.


Oligúria/Anúria


Quando a produção de urina diminui, o paciente corre maior risco de hiperidratação. O único caso em que a diurese fluida aumentará a TFG é se o paciente estiver desidratado. Na lesão renal intrínseca, a diurese hídrica não promove aumento da TFG; apenas promove a hiperidratação, que está fortemente associada ao aumento da mortalidade.


A consideração da hemodiálise no início da oligúria pode impedir essa conclusão e permitir a continuação da medicação parenteral e nutrição conforme necessário, uma vez que o equilíbrio hídrico pode ser mantido com a remoção da água livre. A prevenção da superhidratação com sessões recorrentes de hemodiálise pode prevenir a superhidratação e, assim, aumentar as chances de sobrevivência.


Sobrecarga de fluido e hiperidratação


Como mencionado anteriormente, a sobrecarga de líquidos demonstrou aumentar o risco de mortalidade. As estimativas da UC Davis são de que mais de 70%-80% dos pacientes apresentados para hemodiálise estão superhidratados. A hiperidratação diante da uremia é um dos principais indicadores prognósticos negativos para a sobrevivência de pacientes humanos e veterinários. A hemodiálise pode ajudar a prevenir e tratar a hiperidratação com a remoção do excesso de água corporal.


Toxinas


Toxinas, produtos químicos e medicamentos que não estão fortemente ligados às proteínas e são pequenos o suficiente para caber nos poros da membrana do rim artificial podem ser removidos de forma eficaz e rápida com hemodiálise. Os benefícios adicionais da hemodiálise são a remoção de compostos originais e metabólitos, bem como a remoção de substâncias que já foram absorvidas do intestino.


Algumas toxinas/medicamentos dialisáveis ​​incluem:


Paracetamol

Álcoois (etanol, metanol)

Aspirina e outros salicilatos

Antiepilépticos (fenobarbital)

Aminoglicosídeos

Quimioterapia

Lítio

Cogumelos

Metformina

Paraquat

Teofilina

Hipnóticos sedativos


Além disso, houve relatos de 2 casos de intoxicação por baclofeno em cães que foram dialisados ​​com sucesso usando hemodiálise isoladamente e em combinação com hemoperfusão.


Insuficiência Renal Crônica


O uso de hemodiálise na insuficiência renal crônica é mais frequentemente um componente da terapia em medicina humana do que em medicina veterinária. Pode ser eficaz para fornecer um impulso excretor em pacientes veterinários, mas devido ao custo e disponibilidade limitada, é menos usado em casos crônicos em comparação com os casos de humanos.


O objetivo da hemodiálise em pacientes com insuficiência renal crônica é de paliação e manutenção da qualidade de vida. A diálise é usada em conjunto com a terapia médica tradicional. Os pacientes que tendem a se beneficiar mais são aqueles com doença renal crônica estágio IV da Sociedade Internacional de Interesse Renal livre de comorbidades.


Os indicadores prognósticos para o benefício da hemodiálise em pacientes veterinários são desconhecidos e os riscos/benefícios precisam ser considerados caso a caso.


Conclusão


A hemodiálise é segura e eficaz no manejo de lesão renal aguda com risco de vida, hipercalemia, oligúria, sobrecarga de líquidos e remoção de toxinas/medicamentos selecionados.


Com lesão renal aguda, o uso mais comum de hemodiálise em pacientes veterinários, a hemodiálise estende a janela de oportunidade para o reparo renal indefinidamente. Os clientes precisam estar cientes de que a diálise não corrige a lesão renal; ele apenas fornece ao rim danificado tempo para se reparar. Muitas vezes é essa falta de tempo e o declínio clínico resultante de nossos pacientes veterinários que infelizmente resulta em eutanásia quando a hemodiálise é uma alternativa viável, se disponível.


É difícil determinar por quanto tempo a terapia para lesão renal aguda deve continuar, mas os clientes devem estar emocional e financeiramente preparados por 2 a 4 semanas em média; podendo, no entanto, levar meses para que ocorra algum desfecho ou solução. O prognóstico e a duração da terapia dependem muito da causa da lesão renal aguda e do grau de dano renal, que na maioria das vezes é desconhecido, bem como das comorbidades.


Embora as razões e os benefícios da hemodiálise estejam bem estabelecidos, o momento exato do início da diálise não é protocolado. O início da hemodiálise deve ser considerado caso a caso. Se você acha que tem um paciente que pode se beneficiar da hemodiálise, ligue para nós e fale com o nosso setor de nefrologia para discutir o caso. A hemodiálise oferece o maior benefício quando iniciada precocemente, quando apropriada, e quando não considerada um procedimento de resgate.


VET CIRÚRGICA

Estrada Francisco da Cruz Nunes, 10.082 - Itaipú - Niterói - RJ

(21) 2609 7142

(21) 3741 3101

(21) 98583 6266 (WhatsApp)


www.clinicavetcirurgica.com.br

  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon