• Vet Cirúrgica | 24H

O que Fazer em Caso de uma Emergência com o seu Cão ou Gato?

Você saberia como agir e exatamente o que fazer em caso de uma EMERGÊNCIA com o seu cachorro ou com o seu gato? Se você visse uma pessoa sofrer uma queda ou ser atropelada, o que você faria? Provavelmente você ligaria para o 192 quase que instantaneamente. A discagem desses três números é praticamente automática para a maioria de nós durante uma situação destas.


Mas o que você deve fazer quando uma emergência envolve O SEU CACHORRO OU O SEU GATO?

Tudo que falaremos a seguir envolve isso! E não se engane achando que você deve apenas ligar para um número de emergência. A primeira coisa a fazer, sim, você terá mesmo que ligar para um número de uma clínica veterinária que atenda emergências e que de preferência funcione 24 horas. Porém, provavelmente você não memorizará o número, e obviamente, esse número terá mais de três dígitos, portanto, tenha o número à mão! Cole na geladeira ou melhor ainda: salve no seu celular! Mas onde você descobrirá esse número? Pesquise antes as boas clínicas veterinárias que atendem emergências e que estejam próximas de você. Outra coisa importante: Mapeie a melhor rota com antecedência. Faça uma simulação para se familiarizar com a rota, de dia ou à noite. Pense também antes como você o transportará! Carro próprio? Táxi? Uber? Carona de amigo? Um fusca não transportará eficientemente um Dogue Alemão. Um Labrador machucado pode não ser capaz de pular em uma caminhonete grande. E um gato assustado correndo solto no carro pode tornar a viagem perigosa para todos. É melhor ter uma maneira adequada já programada com antecedência para transportar seu pet, um veículo apropriado e um assistente disponível. Aqui estão algumas dicas para facilitar uma viagem à clínica veterinária de emergências:

Fique calmo. Você está onde precisa estar. Profissionais qualificados e acostumados com estas situações cuidarão do seu animal de estimação! Forneça as informações mais importantes brevemente e calmamente. Esteja preparado para responder à muitas perguntas sobre o histórico do seu pet. Quando seu animal foi ferido? Há quanto tempo ele está doente? Que remédios caseiros você tentou dar antes de chegar na emergência? O animal pode ter sido exposto a algum veneno? Seja paciente e comunique-se claramente. Pode demorar um pouco para a equipe médica avaliar a condição do seu animal, avise ao atendente se você acha que a situação é grave ou não tanto. Ao entrar, além de fazer um exame físico, o médico poderá fazer radiografias e realizar exames laboratoriais antes de planejar um plano de tratamento ou fornecer um prognóstico. Não tenha medo. Os hospitais podem ser assustadores... A visão de agulhas, tubos e aparatos médicos, cheiros estranhos, tudo pode ser desarmantes. Mas lembre-se de que todo esse material assustador é necessário para ajudar seu animal. Tenha suas finanças em ordem para tais emergências. Assistência veterinária custa dinheiro. Como parte de sua diligência, você já deve conhecer a política de pagamento da unidade de emergência que escolher para que você possa se programar. Manter um fundo de emergência para animais de estimação e para você mesmo é obrigatório! A maioria das clínicas aceita cartões de crédito e cheques. Apenas não seja pego com um cartão de crédito esgotado e uma conta corrente vazia. Quando a vida do seu animal estiver em perigo, você não vai querer que o estresse adicional de finanças esgotadas seja mais uma preocupação. Lembre-se que o veterinário de emergência é uma correção temporária. O seu veterinário habitual é o médico de cuidados primários do seu animal de estimação que precisa estar informado do que está acontecendo. Certifique-se de que o veterinário da emergência converse com seu veterinário habitual sobre a condição atual do seu animal e retorne à sua clínica veterinária regular depois que ele estiver estabilizado para qualquer cuidado de acompanhamento necessário. Por fim, orientamos o seguinte... Ligue para o número de emergência se o seu animal de estimação: 1) Sofreu qualquer tipo de trauma (atropelado por um carro ou foi acertado por um objeto); 2) Não responde (não acorda ou parece atordoado); 3) Está sangrando profusamente; 4) Tem vômitos ou diarreia por mais de 24 horas; 5) Ligue imediatamente se as fezes ou vômitos tiverem sangue; 6) Está se esforçando para urinar ou defecar e não consegue; 7) Está tendo uma convulsão; 8) Tem dificuldades em respirar ou está sufocando; 9) Aparenta estar com muita dor (tremendo ou gemendo); 10) Fica desorientado (inclina a cabeça, está descoordenado, esbarra nas coisas); 11) Fica paralisado (não suporta o próprio peso ou não se move); 12) Tem gengivas pálidas, pulso fraco ou rápido; 13) Aparenta estar com a temperatura alta ou baixa. Lidar com emergências de animais de estimação não é tão simples quanto discar 192, portanto, esteja preparado com antecedência. Saiba para qual número ligar, para onde ir e o que esperar quando chegar à clínica de emergência. E tenha confiança nas pessoas que cuidarão do seu animal de estimação! VET CIRÚRGICA Estrada Francisco da Cruz Nunes, 10.082 - Itaipú - Niterói - RJ (21) 2609 7142 (21) 3741 3101 (21) 98583 6266 (WhatsApp)

  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon